Explore o mundo
São Valentin e todos os “Dia dos Namorados”

São Valentin e todos os “Dia dos Namorados”

O Mundo Cabe em SP

Hoje, dia 14 de Fevereiro é comemorado o dia de São Valentin em grande parte dos países da Europa e nos Estados Unidos. Essa comemoração é considerada o Dia dos Namorados nesses países pois São Valentin realizava o casamento de soldados, mesmo contra a vontade do Imperador Claudius II, pois ele acreditava que soldados solteiros estariam mais solícitos à se candidatar. No Brasil o Dia dos Namorados é celebrado em Junho por conta da Festa de Santo Antônio e também devido a proximidade da data em relação ao carnaval. Mas existem outras comemorações ao redor do mundo para este dia tão romântico e O Mundo Cabe em SP te leva para conhecer! China – Festival Qixi O Festival Qixi é comemorado no sétimo dia do sétimo mês  do calendário lunar (que explicamos neste post), segundo a lenda é neste dia em que o casal Zhinu e Niulang se encontram no céu. Em algumas lendas Zhinu é uma divindade e Niulang é apenas um pastor. Os dois se apaixonam, se casam e tem dois filhos, mas como o casamento entre deuses e mortais nunca é bem visto aos olhos divinos o casal é levado ao céu, sob a forma das constelações Vega e Altair respectivamente, e ficam separados pela Via Láctea. Porém uma vez ao ano, no sétimo dia do sétimo mês do calendário lunar as constelações de Vega e Altair se aproximam no céu e isso representa o reencontro do casal. As tradições do festival Qixi são dirigidas quase exclusivamente para as mulheres. Entre outras coisas elas devem provar seus talentos de ‘mulher prendada’ em concursos como costurar sob luz baixa. Há também outros costumes como ofertar pó compacto, flores, frutas e chás para a Zhinu, nesta tradição metade do pó deve ser jogado sobre o telhado e a outra metade é distribuída entre as mulheres solteiras e recém casadas para que todas elas tenham a beleza eterna da divindade. Japão – Tanabata A lenda no Japão tem as mesmas personagens que a versão chinesa, porém a moça se chama Orihime e o rapaz é Hikoboshi. Nesta versão Orihime, é tecelã e trabalhava às margens do rio Amanogawa. O pai da moça percebeu que ela estava preocupada em não...

Ler mais
China – Ano Novo 2014 Memorial

China – Ano Novo 2014 Memorial

O Mundo Cabe em SP

China – Ano Novo Memorial da América Latina 09/02/2014   Agradecimentos a Lizhong Xin, Liu Su Te e Li Zhong Xin. Clique aqui para ler o texto sobre a festa. [Mostrar em...

Ler mais
Zodíaco Chinês – Descubra seu signo

Zodíaco Chinês – Descubra seu signo

O Mundo Cabe em SP

O calendário chinês é lunisolar, ou seja, é baseado nos movimentos da lua e do sol. O sol determina as estações e a duração do ano, o ciclo lunar os meses. Os doze meses somados dão 354 dias sendo que a cada 2 ou 3 anos há um mês extra acrescido, por isso existe essa variação de data comemoração em relação ao nosso calendário solar. . O zodíaco regente Agora uma parte que interessa a muitos. Afinal quem não quer saber, mesmo que não acredite, o seu signo? É deveras divertido e no final podemos aprender um bocado com tudo isso. O signo chinês possui três pontos principais de energias dominantes por ano: – O animal – São 12 animais que variam a cada ano. No total são 12 animais: rato, boi, tigre, coelho, dragão, cobra, cavalo, cabra, macaco, galo, cachorro e porco.  Rato – 1960, 1972, 1984, 1996, 2008  Boi – 1961, 1973, 1985, 1997, 2009  Tigre – 1962, 1974, 1986, 1998, 2010  Coelho – 1963, 1975, 1987, 1999, 2011  Dragão – 1964, 1976, 1988, 2000, 2012  Cobra – 1965, 1977, 1989, 2001, 2013  Cavalo – 1966, 1978, 1990, 2002, 2014  Cabra – 1967, 1979, 1991, 2003, 2015  Macaco – 1968, 1980, 1992, 2004, 2016  Galo – 1969, 1981, 1993, 2005, 2017  Cachorro – 1970, 1982, 1994, 2006, 2018  Porco – 1971, 1983, 1995, 2007, 2019 – O elemento – São 5 elementos: metal, água, madeira, fogo e terra. O elemento varia a cada dois anos. Se o ano termina em 0 e 1 é metal, 2 e 3 é água, 4 e 5 é madeira, 6 e 7 é fogo e 8 e 9 é terra. – A polaridade: Yin e Yang – A cada ano varia a polaridade. Anos impares são Yin (preto) e pares são Yang (branco). Embora pareçam ideias opostas, pode-se pensar como complementares, pois juntos são dependentes e conectados. Uma coisa só num sistema dinâmico, pois o branco-luz, não existe sem o preto-sombra.  Combinando os três temos que um signo com seu elemento e polaridade se repete a cada 60 anos. Se você quiser saber mais sobre cada signo e particularidades veja os links no final do artigo. 😉 . 2014 – O ano do cavalo de madeira O...

Ler mais